Como Verificar a “Energia” da sua Casa


Neste texto, vou falar um pouco sobre uma dica simples que o professor Johnny De´Carli nos dá sobre como verificar a energia de nossa casa ou local de trabalho.

Bárbara Ann Brennan, em seu livro “Mãos de Luz”, faz alusão ao Orgone morto. Uma série de fatores podem produzir o tal de “orgnone morto” que na verdade são íons positivos. Basicamente um íon se forma quando um elétron se solta de um átomo. Perdendo um elétron, ele se torna um íon positivo ganhando um elétron, ele se torna um íon negativo.

Íon positivo — aquele que perdeu elétrons, na realidade possui uma ação negativa sobre nosso organismo, pois para se equilibrar, ele “puxa” elétron de outros átomos.

Não vamos nos delongar nestes conceitos, mas o que precisamos entender aqui é que íon positivo é negativo pra gente, ao contrário do íon negativo, que possui ação benéfica. Portanto, o “orgone morto” aludido em algumas literaturas, são os íons positivos — que daqui pra frente irei me referir somente a orgone morto, para ficar mais didático.

Como saber então se nossa casa ou local de trabalho está carregada de orgone morto? Com a ajuda de três dentes de alho!

Vamos à dica!

Descasque os três dentes de alho e jogue-os em um copo com água. Coloque este copo em algum local que você deseja verificar a “energia”, deixando ali por algum tempo.

Geralmente se o ambiente está carregado de íons positivos, o alho afunda e apodrece em dois ou três dias. Se a ionização do ambiente está legal, o alho bóia e brota em alguns poucos dias.

É importante que você saiba que este é um método apenas para ter uma idéia de como está a energia orgônica do ambiente, e não é um método de limpeza do ambiente.

É muito legal poder fazer este experimento e ver o resultado dos alhos boiando ou afundando… e obviamente tomar providências para melhorar a energia orgônica do nosso ambiente… Mas isso é outro assunto!

Abraço Forte!!

Luciano Debastiani

Você anda Angustiado?

Hoje eu querocomentar especificamente sobre a angústia que sentimos frente à determinadas situações em particular ou até sobre a vida em geral.

Mesmo estando em um caminho espiritual, de desenvolvimento e entrega, a angústia assalta-nos fazendo-nos crer que podíamos, ser, fazer ou ter mais do que aquilo que aparentamos.

Para iniciar este texto, acessei o Dr. Google, e encontrei na Wikipédia um conceito para o termo “angústia” que diz o seguinte:

Chamamos de angústia a forte sensação psicológica, caracterizada por “abafamento”, insegurança, falta de humor, ressentimento e dor. (…) A angústia é também uma emoção que precede algo (um acontecimento,uma ocasião, circunstância. (…)

Somos humanos, e como tal sujeitos às desventuras de viver uma vida humana. Por mais “espiritualizados”, evoluídos ou conscientes que sejamos, é humanamente impossível permanecermos à mercê dos assuntos mundanos e mais ainda, das atitudes de pessoas que não estão nem ai para o seu próximo.

Mas eu quero ir um pouco mais a fundo na questão da angústia, e me direcionar àquelas pessoas que, mesmo estando na sua caminhada espiritual, estudando e fazendo aquilo que acreditam que seja importante para o seu desenvolvimento, evolução e abertura de conscência, mesmo assim sentem-se angustiadas, como se faltasse algo; como se não fosse suficiente o tempo que dedicam aos estudos, à meditação… à entrega… como se quisessem entrar, conscientemente, em contato com níveis de consciêcia superiores mas não conseguem, reforçando ainda mais o sentimento de angústia.

Eu mesmo me sinto assim em determinados momentos, e tenho que admitir, que esse sentimento de angústia, nada mais é do que um sentimento do EGO. Falta de humildade! Orgulho! É querer ser mais do que realmente nós somos!

Àqueles que se entregam à sua senda espiritual, ao seu caminho, que fazem o que acreditam ser verdadeiro para a sua evolução e abertura de consciência, mas mesmo assim sentem-se frustradas, angustiadas por não estarem fazendo tudo que poderiam, é porque não estão sendo humildes, ou estão se achando mais do que realmente são.

O que estas pessoas deveriam fazer: entregar e confiar. Trabalhar sua humildade e amansar o seu orgulho.

Gosto de me lembrar sempre dos dizeres da minha amiga Ana, instrutora de Hatha Yoga que diz o seguinte: “Tudo está como deveria estar“.

A verdade é que nós nunca sabemos a quantas anda o nosso desenvolvimento. Nós não temos controle e não temos como medir o nosso grau de evolução. As coisas divinas não são medidas por parâmetros humanos, e o que devemos fazer, é simplesmente entregar e confiar.

É tudo tão simples, nós é que complicamos.

Abraço Forte!!

 

Luciano Felipe Debastiani

 

 

Êxtase Musical | Um Presente de Cura para a Humanidade

Recentemente um querido irmão de jornada encaminhou via email uma mensagem divulgando uma ótima música para ser utilizada como auxiliar nos processos de cura.

De acordo com a mensagem:

“A frequência desta Música Celestial se comunica com a Inteligência Divina do corpo a um nível celular, elevando a consciência de cada célula. Enquanto a música acalma e conforta as células, a habilidade natural de se curar é intensificada.”

“Esta música sagrada é compatível e funciona em harmonia com cada modalidade de cura ou tratamento médico que uma pessoa possa optar por experienciar. A música ressoa com uma bênção adicional para todos que estejam lidando com alguma forma de câncer.”

O Autor, Frederic Delarue disponibiliza uma prévia da música no youtube, que você confere diretamente a seguir:

 

A música completa tem cerca de uma hora de duração, e você pode fazer o download GRATUÍTO na página do autor.

Para fazer o download desta bela música, que é realmente um presente, basta clicar na imagem abaixo. O download é feito diretamente do site do autor:

 

Download Grátis diretamente do site do autor..

Façam bom proveito!

Os Poderes do Sal Grosso

Eu já conhecia alguns dos benefícios do uso do sal grosso, mas recebi um email de uma querida amiga que quero compartilhar aqui com todos… vou renovar meu estoque de sal grosso em casa!

Segue o texto falando dos “Poderes do Sal Grosso”

Muitas vezes julgamos as coisas pelo senso comum. É importante sabermos do ponto de vista científico os efeitos de determinados agentes. O sal grosso tem um importante papel nesses estudos. Continue reading “Os Poderes do Sal Grosso”